Depois da náusea e da insônia, as hemorroidas são o próximo desafio, na lista de problemas de saúde comuns durante a gravidez. Mas não se assuste: as hemorroidas não são inevitáveis, como explica Agnès Castor, uma parteira hospitalar em Paris.

 

A gravidez é um caos no corpo das mulheres

 

Coceira, dor, sensação de ardor, sensação de estar pesada – esses são sintomas indesejáveis das hemorroidas, que são frequentemente causadas por alterações do fluxo sanguíneo durante a gravidez. “Os vasos se dilatam mais facilmente, especialmente ao redor do reto e do ânus. Algumas hemorroidas são assintomáticas e não causam problemas. Você só sente uma bolinha”, explica Agnès Castor. Outras podem ser mais dolorosas. A prisão de ventre é a principal culpada. “Entre movimentos intestinais prejudicados e suplementos vitamínicos, como ferro, a constipação pode piorar durante a gravidez e, nesse caso, as hemorroidas serão mais dolorosas. Por fim, o peso do abdômen ao redor do períneo e da parte inferior da barriga obstrui o retorno venoso necessário”. As hemorroidas podem aparecer a qualquer momento. “Se o fluxo sanguíneo for o problema, elas podem ocorrer no final da gravidez, mas se forem relacionadas à prisão de ventre, elas podem aparecer nos primeiros dias da gravidez".

A homeopatia é ideal durante a gravidez

 

É difícil para uma mulher receber tratamento medicamentoso durante a gravidez, pois certos medicamentos podem ser perigosos, para ela mesma e para o bebê. A homeopatia é um tratamento adequado, sem risco nem interação medicamentosa. Por isso, não há nada com que se preocupar, desde que converse com seu médico. “Para alívio rápido durante uma crise, a homeopatia irá combater vários sintomas, tais como a dor, as hemorragias, a coceira e o formigamento. O tratamento pode ser administrado enquanto a dor persistir e a dose pode ser reduzida à medida que ela amenize. Para tratamento local, existem pomadas e supositórios homeopáticos eficazes, assim como creme anestésico local, mas só disponível mediante apresentação de receita médica".

 

hémoroïdes future maman boironmask

Água, fibras e atividade física

 

Em paralelo à homeopatia, existem maneiras de evitar esse problema doloroso. Em primeiro lugar, não se esqueça de ter uma dieta equilibrada, rica em fibras, frutas e legumes, para evitar a constipação. Como sempre, manter-se hidratada é essencial, por isso é importante beber entre 1,5 e 2 litros de água por dia. A hidratação tem muitos benefícios, uma vez que essa “facilita os movimentos intestinais, como também melhora o fluxo sanguíneo". Quando necessário, meias elásticas ou meias de compressão podem ser prescritas e até mesmo “medicamentos venotônicos, para melhorar o retorno venoso". A atividade física também é fundamental. “Há pacientes que têm de ficar deitadas durante a gravidez e apresentam mais hemorroidas. Então, neste caso é recomendado andar, nadar ou escolher uma atividade física apropriada para a sua gravidez".

Prevenir e curar

 

Na homeopatia, os médicos visam tratar não apenas os sintomas, mas também a causa dos problemas. “Existem tratamentos eficazes para melhorar o fluxo sanguíneo e a constipação. O medicamento recomendado dependerá de quando as hemorroidas se apresentam: se a constipação aparece somente durante a gravidez ou se futura mãe já era propensa às hemorroidas. O tratamento homeopático pode ser administrado durante a gravidez ou até um mês após o nascimento do bebê, até que os sintomas melhorem. Também existem medicamentos homeopáticos para melhorar o retorno venoso. Seja esse um medicamento ou um tratamento preventivo não hesite em pedir conselhos ao seu farmacêutico ou médico, sobre o tratamento adequado. E caso as hemorroidas persistam após o nascimento do bebê, é melhor consultar o seu médico”, conclui a parteira.

gravidez

Compartilhe :

Facebook
Linkedin
test@tes.fr

LEIA TAMBÉM