Ter uma boa noite de sono ao final da gravidez

 

O estresse do parto, o desconforto devido a barriga que cresce, a necessidade constante de urinar... Não é nenhum segredo que as mulheres grávidas têm dificuldade para dormir durante os últimos meses de gravidez. Infelizmente, não há solução milagrosa que ajude a futura mamãe a conseguir dormir oito horas de sono ininterrupto. Segundo o Dr. Besnard-Charvet, ginecologista obstetra, há formas de melhorar significativamente o seu bem-estar antes do parto.

 

Ouça seu relógio biológico

 

A gravidez coloca seu corpo em um ciclo fisiológico muito incomum. “As mulheres grávidas, em geral, tendem a dormir por volta das 19 horas, o que é difícil com os hábitos de hoje. Isso significa que elas acabam perdendo seus primeiros ciclos de sono e acordam às 6 da manhã. E então elas estão exaustas, pois não dormiram o suficientePara evitar o sono acumulado, é melhor ir para a cama quando você está se sentindo cansada, especialmente à noite, quando pode ser tentador ficar acordada até tarde. O médico acrescenta: “Não é responsabilidade da gravidez se adaptar ao seu estilo de vida, é o contrário”.

Experimente a medicina homeopática

Sempre é possível analisar o distúrbio do sono de uma paciente com uma entrevista detalhada. O problema é a dificuldade de adormecer ou acordar durante a noite? O objetivo é compreender "as razões pelas quais os sintomas aparecem" antes de prescrever um tratamento adequado. Há um tipo de medicamentos homeopáticos que trata a ansiedade do parto, e esse é adequado para as mulheres que não conseguem dormir, pois têm medo de entrar em trabalho de parto durante a noite. Outros medicamentos podem ajudar a futura mamãe que acorda com contrações, a mãe ansiosa que acorda todas as noites no mesmo horário, ou a paciente que está acordada ao amanhecer, com medo de não ter tempo para fazer tudo que precisa fazer”.

 

Sono no final da gravidez Boironmask

Caminhadas suaves e banhos quentes

O exercício físico é importante, ainda que o esforço excessivo deva ser evitado. “Você pode fazer um passeio de 15 a 30 minutos ao chegar em casa à noite, por exemplo", explica o especialista. E antes de se deitar, “desligue o computador e largue seus manuais de gravidez. Em vez disso, tome um banho quente para ajudá-la a relaxar”.

Evite alimentos condimentados

Metade das mulheres grávidas tem azia. À medida que o bebê ocupa mais espaço, o útero empurra o diafragma para cima, o que pode provocar refluxo gástrico”. Para evitar essa sensação desagradável, evite comer vegetais crus e alimentos condimentados, fumar, ingerir álcool e vestir roupas apertadas. “A homeopatia também é uma opção eficaz. Ela não substitui um antiácido, mas pode ajudar a reduzir a acidez e a dor esofágica”.

 

Almofadas de gravidez e conforto

Cada mulher terá de experimentar diferentes truques para encontrar a forma para se sentir mais confortável. Algumas mulheres dormem em posição semissentada, apoiada contra uma ou duas almofadas, ou dormem de lado, para evitar a azia. “Outras usam almofadas de gravidez para sustentar a barriga em expansão, e que poderão usar mais tarde, durante o período de amamentação ou após o parto”, acrescenta o ginecologista-obstetra.

 

Aproveite sua licença-maternidade

As mulheres que têm a sorte de ter uma licença-maternidade longa: aproveitem o período pré-natal para descansar, antes que o bebê chegue. “Se as suas noites forem curtas, cochile durante o dia. E se você tem filhos pequenos, mantenha-os na creche, para que você possa descansar durante o dia. Você vai precisar”, conclui o Dr. Besnard-Charvet.

 

gravidez

Compartilhe :

Facebook
Linkedin
test@tes.fr

LEIA TAMBÉM