Mulheres grávidas são mais sensíveis do que o normal, por isso elas costumam se preocupar com o inverno, pelos resfriados, gripes, amigdalite, gastroenterite e outras alegrias da estação. Mas como receber um tratamento, quando tantos medicamentos são proibidos durante nove meses? Descubra a resposta com o Dr. Besnard-Charvet.

O tratamento é possível

 

Durante a gravidez, o número de medicamentos disponíveis para as futuras mamães é significativamente reduzido. Na verdade, muitos deles, como os anti-inflamatórios e alguns antibióticos, não são recomendados ou até proibidos. “O médico pode optar por prescrever antibióticos apenas nos casos de febre ou de risco de infecção bacteriana", explica o Dr. Besnard-Charvet. Uma alternativa eficaz e segura para a mãe e seu bebê é a homeopatia. Sem toxicidade química, os medicamentos homeopáticos não têm efeitos colaterais e são uma solução ideal para o tratamento de doenças crônicas ou agudas de inverno, tais como as gripes, a gastroenterite e a amigdalite.

maladies hivernales enceinte Boironmask

A regra de ouro: fazer uma consulta

 

"Durante a gravidez, as mulheres são mais suscetíveis a infeções que podem afetar o bebê. Assim que os sintomas aparecerem, a homeopatia irá tratar os problemas causados pelo vírus e prevenir complicações, como a pneumonia, por exemplo". E o Dr. Besnard-Charvet insiste na necessidade da futura mãe se consultar com um profissional de saúde. ‘Não recomendo auto-tratamento para mulheres grávidas. A homeopatia não é perigosa, mas você deve usá-la com sabedoria. Depois de uma consulta, o paciente pode tomar medicamentos apropriados, que acabarão com os sintomas mais rápido, sem repercussões para a saúde do bebê".

Kit homeopático de primeiros socorros

 

O inverno é conhecido por causar gastroenterite, que perturba a vida cotidiana. "Se houver uma epidemia e você começar a apresentar sintomas, recomendo vários tratamentos homeopáticos para aliviar os efeitos da diarreia e da intoxicação alimentar, como também para reduzir a fadiga relacionada à perda de líquido. Você deve consultar um médico, se os seus sintomas persistirem por mais de 24 horas, pois nas fases finais da gravidez a indigestão pode mascarar problemas na vesícula biliar." E o inverno também promove dores de garganta . “As grávidas têm cordas vocais mais frágeis. Se não houver inflamação, o médico pode prescrever homeopatia para aliviar a dor. Também pode recomendar tratamento convencional para a febre”.

Homeopatia como tratamento preventivo

 

A homeopatia desempenha um papel importante na prevenção das doenças de inverno, devido aos seus tratamentos de longo prazo. No entanto, não substitui a vacina contra a gripe, que é altamente recomendada para mulheres grávidas. “No inverno, de junho a setembro, eu recomendo seguir um curso de tratamento homeopático para prevenir as doenças do tipo gripal, por exemplo. Os medicamentos homeopáticos não são uma vacina contra a gripe, mas ajudam a reduzir os sintomas causados por ela.

Uma questão de bom-senso

 

Durante uma epidemia, você não deve parar de ventilar sua casa, mesmo que ela fique fria. Lave as mãos regularmente e estoque lenços de papel. “Não hesito em recomendar que os meus pacientes usem uma máscara, se necessário. As mulheres grávidas, em particular, devem seguir esse conselho. Caso não se sintam bem, devem entrar em contato com o  o médico, para pedir conselhos".

 

gravidez

Compartilhe :

Facebook
Linkedin
test@tes.fr

LEIA TAMBÉM