A saúde é um estado de completo bem estar físico, mental e social, e não apenas a ausência de doença ou enfermidade. 


Preâmbulo para a Constituição da Organização Mundial da Saúde, 22 julho 1946

A saúde é um estado de completo bem estar físico, mental e social, e não apenas a ausência de doença ou enfermidade. 


Preâmbulo para a Constituição da Organização Mundial da Saúde, 22 julho 1946

Preâmbulo para a Constituição da Organização Mundial da Saúde, 22 julho 1946

MEDICINA INTEGRATIVA, REUNINDO TODAS AS FORMAS DE MEDICINA
 

Porque hoje a saúde não é definida pela simples ausência de doença mas como estado de bem estar físico, mental e social, a medicina deve ir em direção a uma abordagem focada no indivíduo, através do cuidado personalizado. Em sinergia com a medicina convencional, as abordagens complementares estão sendo cada vez mais usadas pelo mundo. Abordam a necessidade de cuidar dos pacientes além de curá-los.


Como tal, a medicina alternativa representa a evolução natural do modelo médico. Esse conceito une a medicina convencional e formas complementares de medicina como parte de uma abordagem coordenada. A medicina integrativa se baseia na evidência da efetividade e segurança dos métodos propostos. Além disso, considera cada paciente único. Seu estilo de vida, dieta, atividade física e bem estar são levados em conta, assim como o é sua cultura e crenças.

médecinsmask

VOCÊ SABIA?  

 

A definição da Organização Mundial de Saúde de medicina integrativa diz respeito a várias terapias com medicamentos e terapias de cuidados como tratamentos fitoterápicos, naturopatia, acupuntura, quiropatia, osteopatia, bem como práticas relacionadas como yoga, tai chi, etc.

fleurmask

HOMEOPATIA, A TERAPIA PARA A MEDICINA INTEGRATIVA

A homeopatia incorpora a medicina integrativa à medida que compartilha seus princípios e modelos de tratamento. Também faz parte da medicina convencional afinal utiliza medicamentos e são prescritos por profissionais de saúde. Também é uma medicina complementar. Isso é porque ajuda os pacientes a melhorar sua qualidade de vida e permite que eles assumam a responsabilidade por sua própria saúde.

A homeopatia aborda tanto a necessidade de CURA quanto a necessidade de CUIDADO.

Em todo o mundo, milhões de médicos, farmacêuticos, parteiras, dentistas, veterinários, pacientes reconhecem diariamente a segurança, a utilidade e a eficácia dos medicamentos homeopáticos: porque não confiar neles?

Mais do que nunca, a humanidade precisa de um medicamento rico em suas opiniões diversas, plurais, integradas!

Em todo o mundo, milhões de médicos, farmacêuticos, parteiras, dentistas, veterinários, pacientes reconhecem diariamente a segurança, a utilidade e a eficácia dos medicamentos homeopáticos: porque não confiar neles?

Mais do que nunca, a humanidade precisa de um medicamento rico em suas opiniões diversas, plurais, integradas!

Thierry Boiron, Presidente do Conselho de Administração

HOMEOPATIA COMBINADA COM OUTRAS TERAPIAS PARA TRATAR DOENÇAS GRAVES

 

O conceito da medicina integrativa é perfeitamente adequado às doenças crônicas e confirma sua legitimidade através do suporte que oferece aos pacientes com câncer.  

 
A homeopatia não trata o câncer, mas faz parte, junto com outros métodos terapêuticos, do manejo integrativo de pacientes com câncer. Um estudo recente1, realizado em Estrasburgo, descobriu que 30% dos pacientes em tratamento de câncer usam a homeopatia além dos tratamentos convencionais de câncer, tornando esta terapia a prática médica mais comumente usada em oncologia integrativa. Isso representa um aumento de 83% em comparação com o mesmo estudo realizado na mesma cidade em 2005.

medecine intégrativeplay

LABORATÓRIO BOIRON, PARCEIRO DO INSTITUTO RAPHAËL

O Raphaël Institute  é um centro de medicina integrativa localizado em Levallois-Perret que oferece atendimento integral aos pacientes com câncer.
Em conjunto com este centro de atendimento, que também é um polo de pesquisa e treinamento, em 2019 ocorreu os primeiros Dias de Oncologia Integrativa, reunindo profissionais de todo o mundo.    

HOMEOPATIA PARA ALIVIAR NUMEROSOS SINTOMAS 

 

O uso da homeopatia frequentemente atende a uma necessidade médica não atendida por tratamentos alopáticos. Isso é uma realidade por exemplo para fadiga, náusea persistente, ansiedade, tristeza e neuropatia periférica. Os pacientes afirmam que esses sintomas “órfãos” melhoram com a homeopatia em mais de 80% dos casos1.
 

(1) Legrand A. Estudo da prevalência do uso de medicamentos complementares por pacientes com câncer: com base em 535 questionários coletados em Estrasburgo de abril a junho de 2017. 2018 tese de doutorado.

Compartilhe :

Facebook
Linkedin
test@tes.fr